04/01/2007


NUNO ASSIS SUSPENSO
Até ao final da temporada
Nuno Assis não volta a vestir a camisola do Benfica esta temporada, uma vez que foi suspenso por um ano pelo Tribunal Arbitral do Desporto. O castigo só acaba a 26 de Julho de 2007. O Benfica já respondeu pela voz de Luís Filipe Vieira, que disse que pretende renovar o contrato de Nuno Assis.
O Benfica já recoreu mas, apesar de acreditar na inocência de Nuno Assis não acredito na justiça no futebol, principalmente em Portugal. Boa sorte Nuno!!!

4 comentários:

marley disse...

Acho inadmissível o que sucedeu ao Nuno Assis. Eu acredito na inocência dele.É uma pena a suspensão.Estava em grande forma e vestia a camisola com paixão.

Anónimo disse...

a

Anónimo disse...

O que aconteceu ao Nuno Assis não é justo, já que deveria ter sido suspenso há mais tempo. Se o controlo para nandrolona acusou 2 mg acima do limite de referência, fica provado que teve uma fonte exógena de esteróides anabolizantes, com consequente melhoria do rendimento desportivo. O caso foi supspenso meramente por uma questão processual e não poe problemas de validação dos resultados. Aliás é preciso relembrar e dar a conhecer a quem não sabe, que o conselho nacional antidopagem é dirigido por médicos e não advogados, que fazem controlos anti-doping ao mais alto nível, internacionalmente certificados e com alto nével de sensibilidade e especificidade, sendo inclusivé requisitado para prestar serviço no estrangeiro, tal como aconteceu na última volta a França. O que temos de reconhecer é que temos um ateleta que utilizou de substância dopantes para obter mais rendimento desportivo. Obviamente, que tanto o ateleta como o clube irão sempre dizer que não! A questão é saber se foi o ateleta que voluntariamente fez a administração, ou se foi o clube que forneceu. Também pode ter ocorrido a ingestão de substâncias legais, como suplemtos de creatina, mas que contudo, por norma estão contaminados com derivados de testtosterona. podemos encontrá-los por exemplo em ginásios e na Sport Zone.
O que é certo, é que inegriu, de forma voluntária ou por sugestão do clube suplementos dopantes. Uma pista é na maioria dos casos os clubes rescindirem o contarto do ateleta, pois é uma imagem negra e corre o risco de generalização, ocultando a verdade desportiva.

marley disse...

tudo o que diz está correcto e eu também não concordo com a dopagem.Esqueceu-se somente de referir que a urina do Nuno Assis não teve um processamento correcto.Demorou mais tempo a ser analisada do que o previsto(24horas)e isso deveria ter sido levado em conta.A minha área profissional tem a ver com análises e digo-lhe que é muito importante respeitar não só o tempo que demora desde a colheita do produto até ao seu processamento ,como também respeitar as condições de transporte do mesmo.Se isto não fôr respeitado não se pode ter a certeza absoluta que o resultado que se está a dar seja o correcto.E não se podendo ter a certeza...não se deveria condenar o jogador.